sábado, 7 de janeiro de 2012

A R T E - Elise Azam Mravunac

Incrivel os trabalhos desta artista, completamente surreal.






H U M O R - Animais engraçados



E que continue a seleção natural.

M Ú S I C A - POISON THE WELL

Neste post irei falar de uma grande banda de hardcore experimental dos EUA, que influenciaram várias bandas pelo mundo, Poison the Well. Seu som sempre foi destaque tanto no meio hardcore, como no cenário alternativo mundial, suas músicas rápidas, autênticas, pesadas, melódicas, os fizeram uma das bandas mais diferentes do cenário HC.
Eles surgiram em 1997 com o nome inicial de An Acre Lost, onde chegaram a lançar um split de 12 músicas com a banda Promise No Tomorrow na OHEV Records, logo após eles mudaram o nome para Poison the Well, em 1998 lançaram seu primeiro EP Distance Only Makes the Heart Grow Fonder, que até contem um cover de Smashing Pumpkins, onde já mostravam seu peso, e sua criatividade. Mas em 1999 que eles lançaram The Opposite of December... A Season of Separation, um dos albuns que começou a definir o gênero metalcore no mundo, com força, velocidade, melodia e muita violência, este álbum é um dos marcos do hardcore, citado até na revista Guitar World como um dos maiores de todos os tempos, esse álbum que junto com outras bandas na época começou a explorar essa junção do metal com o hardcore, criando canções hinos para o estilo, como Nerdy, criando uma geração breakdown.

sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

H U M O R - Pessoas que parecem desenhos (Persons who seem drawings)

Os mais engraçados são os que não tem nada haver.







A R T E - Kendrick Lim (Kunkka)

Aqui alguns grandes trabalhos deste ilustrador digital, que fez alguns trabalhos famosos, como os papeis de paredes do Warcraft, clicando no título será redirecionado para a página dele no deviantart.




H U M O R - Ladrão sem meias palavras

A R T E - 50 imagens de demonios (Demons Images)

Um demônio é um ser paranormal, muitas vezes maléfico sendo uma figura comum na religião, ocultismo, literatura e folclore. A palavra original grega daimon não carrega a conotação negativa inicialmente entendido pela aplicação do koiné δαιμόνιον (daimonion),  e mais tarde atribuído a quaisquer palavras de conatação parecida.
Nas antigas religiões orientais, bem como nas tradições abraâmicas, incluindo antiga e medieval demonologia cristã, um demônio é considerado um espírito imundo , mais especificamente um anjo mal, que pode causar possessão demoníaca. No oeste da ocultismo e na magia do Renascimento, que nasceu de uma fusão da magia greco-romana, demonologia judaica, tradição e cristã, um demônio é uma entidade espiritual que pode ser evocado e controlada.
O termo grego não tem qualquer conotação de mal ou maldade. Na verdade, εὐδαιμονία eudaimonia , (lit. bom civismo) significa felicidade. O primeiro termo adquiriu suas conotações negativas na Septuaginta tradução da Bíblia hebraica, que contou com a mitologia de antigas religiões semitas. Este foi então herdado pelo texto koiné do Novo Testamento . A concepção ocidental medieval e neo-medieval de um demônio (veja o Medieval grimoire chamado Ars Goetia) deriva da cultura ambiental popular da Antiguidade (Romana).
A suposta existência de demônios é um conceito importante em muitas religiões modernas e tradições ocultistas. Demônios são ainda temidos como uma popular superstição , em grande parte devido ao seu suposto poder de possuir criaturas vivas. Na tradição ocultista ocidental contemporâneo (talvez devido ao retorno da obra de Aleister Crowley), um demônio (como Choronzon , o demônio do Abismo) é uma metáfora útil para certos processos psicológicos internos (demônios interiores), embora alguns também podem considerá-lo como um fenômeno objetivamente real. Alguns estudiosos acreditam que grande parte da demonologia (ver Asmodai) do judaísmo, uma influência fundamental no Cristianismo e Islã , originado de uma forma posterior do zoroastrismo, e foram transferidos para o judaísmo durante a era persa.
Abaixo 50 imagens de várias ilustrações de seres de aparência demoníaca, alguns necessariamente não são demônios.

Vídeo - Cenas assustadoras de filmes de terror (ARREPIANTE) 










A R T E - Sandara

Este artista que trago tambem é outro grande ilustrador, trabalha tambem com arte conceitual, muito bonita por sinal, parecendo algumas imagens telas, mais de seu trabalho clicando no título do post.





quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

H U M O R - Começando o ano


E viva a criançada

H U M O R - Louis CK

 
Separei aqui alguns vídeos muito bons desse grande comediante, que tenha talvez um dos humores mais ácidos que eu já vi, completamente politicamente incorreto, suas críticas e sarcasmo são demais, Louis CK.




A R T E - Hèctor Pineda (ELYPhAS)

Este artista surreal tem alguns dos trabalhos mais legais que eu vi nestes tempos, incriveis seus desenhos e suas montagens, usando bastante elemntos para compor a imagem, quase como se estivessemos vendo um sonho, mais imagens dele clicando no título do post, em sua página no deviantart.






M Ú S I C A - POINT OF NO RETURN

Nesta resenha venho falar talvez uma das bandas que mais gosto, desde meu ensino médio esses caras fazem parte da minha discografia, Point Of No Return, uma banda sem meias palavras, o significado do hardcore, ferocidade e contestação, aliados a grandes músicas.
" Point of No Return, também conhecido como PONR e XPONRX, foi um conjunto musical brasileiro ativo entre 1996 e 2006. O grupo foi importante na cena de música hardcore paulistana na virada do século. Além disso, Point of No Return foi uma das primeiras bandas brasileiras influenciadas pelo gênero musical metalcore, popular nos EUA e Europa. A banda ficou conhecida por assumir posturas como o veganismo e o straight-edge. As letras da banda se focavam nas assim chamadas "lutas sociais do terceiro mundo", tratando de assuntos como o movimento de trabalhadores rurais sem-terra, a luta contra a globalização e a ditadura militar brasileira.

T E L E V I S Ã O - Crítica - Aquateen, o Esquadrão Força Total

" Aqua Team: O Esquadrão Força Total (ou em original Aqua Team Hunger Force) é um desenho animado da sessão Adult Swim (do Cartoon Network). Ele é produzido pela Williams Street, também responsável por Harvey, O Advogado e Space Ghost Costa a Costa.
O show é sobre as aventuras de três itens de fast food antropomórficos , Mestre Shake, o líder (auto-proclamado) do trio é um copo de milk shake tamanho família que faltam adjetivos negativos para descrevê-lo: imaturo, egocêntrico, oportunista, grosseiro, porco, falso, mentiroso, safado, irresponsável, inconseqüente e a lista segue interminável, ele adora filmes de terror e fica a noite toda acordado. Batatão, um pacotão vermelho de batatas fritas com bigode e barba grossa e uma pedra mágica nas costas é o cérebro da equipe: responsável, correto, justo, autêntico, extremamente inteligente e quando necessário, ele pode soltar raios pelos olhos. Tambem temos Almondêga, ele é uma almôndega macho reprovado para consumo humano, teoricamente possui o poder de se transformar em qualquer coisa que imagine, mas aparece sempre transformando-se em "hot dog" ou "iglu". Aliás, assumir essas formas não serve para muita coisa nos epsódios em que acontece. Apesar de não ter um cérebro de verdade (é de brinquedo) ele tem um coração de ouro, um espírito ingênuo e de boa índole, que é um prato cheio para Mestre Shake, que vive querendo corromper e destruir a sanidade de seu pobre coleguinha, porem essa boa indole do Almondega não é uma constante, como tudo nesta animação. Mas tambem temos o vizinho deles, Carl Brutananadilewski , que morava no subúrbio do sul de New Jersey , mas desde então mudou-se para um bairro idênticos em Seattle , Washington . Enquanto a série inicialmente deu qualquer explicação quanto às origens dos personagens, mas o longa-metragem de 2007 Aqua Teen Hunger Force Colon Film Filme para Theaters revelou que eles foram criados por um melancia antropomórfica fatiada, como parte de um complô para herdar um acumulado patrimônio imobiliário, uma vez que os personagens inevitavelmente matariam uns aos outros, o que não ocorreu.

H U M O R - Jon Lajoie


Jon Lajoie é um comediante que faz vários vídeos na internet, desde musicas zuando algum estilo de musica, comportamento social, até pequenas esquetes, tem vários deles muito bons.





A R T E - Rubens-Oscroft (James Whitlam)

Estou postando aqui alguns trabalhos de James Whitlam, ilustrador incrivel, seus desenhos são completamente surreais, insanamente demais, mais desenhos indo na página dele no deviantart, é só clicar no título da postagem.





terça-feira, 3 de janeiro de 2012

M Ú S I C A - PROTEST THE HERO

Protest The Hero é uma banda canadense de metal progressivo, com tendências mathcore, marcada pela grande qualidade musical e técnica de seus integrantes, formada em 1999 em Whitby, Ontário. A banda teve início em 1999 com o nome de Happy Go Lucky, o seu primeiro trabalho com o nome Protest The Hero foi seu EP de 2003 (A Calculated Use of Sound). Mais tarde eles lançaram seu primeiro album, Kezia (2005) pela gravadora Underground Operations este álbum de estréia marcou o ínico de uma grande banda, por mais que seu EP já fosse muito bem gravado e ja mostrasse o ínicio de uma promissora aqui, neste album completo eles mostraram sua força como grupo, com letras fortes, e musicalidade complexa, utilizando de várias técnicas musicais, indo da velocidade para partes melódicas complexas, é o álbum mais cru deles, menos trabalhado na produção, e com uma pegada mais hardcore que seus outros albuns.

H U M O R e R E F L E X Ã O - Se o café fosse proibido/ Aborto e Drogas



Esses vídeos discorrem sobre a discussão da maneira que o combate as drogas e ao aborto no mundo tem se mostrado ineficaz, pois sua bandeira de guerra a tudo e a todos, é apenas uma forma das grandes corporações arrecadarem trilhões de dólares pelo mundo investindo em armamentos, em "segurança", em barreiras, em religião, tudo como um grande circo armado para proteger os reais financiadores da desigualdade social, aonde são presos peões e os grandes reis do mundo, que controlam o tráfico, a mídia, a saúde, a educação, a segurança, a alimentação, ficam livres guiando nossas vidas da maneira que eles querem, nos dando apenas a liberdade de comprar o que queremos, lógico se tivermos dinheiro, mas não dando educação, alimentação, empregos, direito de escolha, políticas públicas verdadeiras, que fariam o número de traficantes diminuírem aos montes, mas pra eles não é interessante, pois se o setor público fosse realmente bem administrado, o privado não seria necessário.







H U M O R - Controle de Armas


Esse vídeo do Chris Rock é sensacional criticando o sistema de como é pensada a distribuição de armas e sobre a responsabilidade de quem as possui.



21 Ilustrações de Dragões (Dragons Illustrations and Images)

Aqui estou postando 21 ilustrações de dragões que acho bem legais, com imagens de alguns artistas que gosto bastante.





Que pássaro é esse?